Discurso proferido na Câmara dos Vereadores em Defesa do Estatuto dos Profissionais da Educação aprovado no Congresso dos Trabalhadores

Nota da Pedra Lascada: O texto que segue abaixo, de autoria da colega Alzira Imaculada de Vasconcellos, Orientadora Pedagógica de nosso município, foi proferido na tribuna da Câmara dos Vereadores de SBC, ao dia 21 de novembro de 2013.

***

Bom dia a todos e todas! Bom dia Sr. Tião Mateus, presidente da câmara!

Peço licença e atenção, porque venho falar em defesa da educação pública da cidade de SBC e dos estatutos construídos nesta cidade!

Elaboramos o nosso primeiro estatuto em 1988 – no mesmo ano em que a Constituição foi promulgada consolidando assim, o projeto de democracia para toda sociedade brasileira. Para tanto defendíamos uma educação forte para todas as crianças e adolescentes e a composição de uma equipe competente para cumprir esta tarefa! Foi este o espirito que nos moveu e vem movendo nossos esforços em defesa da educação pública gratuita na reestruturação dos estatutos em 1998; 2008 e 2010.

Defendemos o concurso público que assegura a forma mais justa de ingresso no setor público. No caso específico dos profissionais da educação, isto tem relação direta com a qualidade de ensino, na medida em que permite constituição de um corpo de servidores qualificado para assegurar a continuidade do correto atendimento às necessidades da comunidade escolar e do sistema de ensino, independentemente das mudanças de governo.

Falo em nome daqueles trabalhadores e cidadãos que confiaram nas promessas deste governo que assumiu afirmando que reconhecia e valorizava o trabalho dos servidores, que regularizaria a nossa situação funcional  herdada da gestão anterior e manteria a sua gestão decente e cumpridora de seus compromissos! E que até hoje, não se cumpriu e pior porque ao não ter feito a gestão prometida, aprofundou as perdas salariais, aumentou a crise das relações humanas nos locais de trabalho e agora  joga com a desgraça e necessidade dos trabalhadores apelando para que  aceitem  migalhas  abrindo mão do que está garantido por lei e por direito!

Falo em nome de todos aqueles que defendem a educação inclusiva, dos professores de educação especial e de quem faz parte de uma equipe multiprofissional composta; por orientadores, psicólogos, fonos, assistentes sociais entre outros com experiência em educação, que ao longo destes anos vem atuando no interior das escolas, fazendo a formação e apoiando aos professores em suas práticas. Sustentando, desta forma, os direitos das crianças deficientes e em situação de risco e vulnerabilidade social a entrarem, permanecerem e aprenderem dentro da escola.

Ao mesmo tempo, trabalhamos junto aos Conselhos tutelares, conselhos de direitos, conselhos de assistência social (CRAS), serviços de saúde inserindo a escola na rede de proteção das crianças e adolescentes; ajudando também a seus  familiares vulnerabilizados a encontrar apoio e esperança nos serviços para superação de suas dificuldades e problemas.

É deste projeto de cidade e educação que estamos abrindo mão quando aceitamos a extinção destes cargos!

Reconhecemos os saberes dos professores construídos pela experiência do fazer diário pensante e reflexivo que especializa e sustenta competências específicas no ensino das diferentes faixas etárias: infantil, fundamental e EJA.

Falo em nome daqueles que respeitam a dignidade e o direito das crianças e adolescentes e suas famílias compartilharem um dia a dia fortalecidos pelos valores de igualdade, fraternidade e respeito ao próximo como ferramentas para construção da justiça, do combate ao preconceito,  à  discriminação e a violência.

Falo em nome de 9000 trabalhadores que construíram coletivamente uma proposta, num feito inédito, reconhecendo o papel educativo de todos os profissionais que atuam no interior de uma escola como uma equipe  competente e capacitada para educar nossas crianças e adolescentes para o convívio e o bem comum no combate à discriminação e a violência e no fortalecimento de uma ética mais humanizada!

È deste projeto de educação que estamos abrindo mão quando, engavetamos uma proposta construída pelos trabalhadores, violamos a decisão de uma assembleia e apresentamos um abaixo assinado que representa a intolerância e  a aversão aos processos  coletivos e democráticos de decisão !

Por isto reafirmamos incansavelmente, que estes princípios são inegociáveis:  Somos contrários a todo projeto da exclusão!

Por isso repetimos – Nenhum trabalhador de fora, nenhum direito a menos!

E finalmente Sres, a cidade de SBC que é reconhecida como o berço da democracia e das lutas sociais, que elevou um metalúrgico da classe popular  a presidente da republica,  poderá testemunhar neste dia de hoje a sua inserção ao berço antidemocrático se este projeto , ancorado numa ética  mercantilista que nos transforma em objetos de troca retirando os status de cidadania, convivência e respeito mutuo, for aprovado.  Estaremos nos colocando na roda viva do mercado consumista, destruidor dos sonhos e projetos de uma sociedade mais justa e igualitária porque é sustentado e fortalecido pelos valores do jeitinho, do toma lá da cá!.  Enfim retornaremos a um tempo em que as crianças, famílias e os profissionais não passavam de objetos colocados num jogo de interesses e poder! Lugares estes, muito ocupados antes dos primeiro estatuto feito em 1988, portanto a aprovação deste projeto faz com que retrocedamos há mais de 30 anos!

Pensem nisto quando votarem!

Obrigada!

 

Alzira Imaculada de Vaconcellos

 

 

 

3 comentários em “Discurso proferido na Câmara dos Vereadores em Defesa do Estatuto dos Profissionais da Educação aprovado no Congresso dos Trabalhadores”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s