Assembleia dos Profissionais da Educação: diga não aos retrocessos e à perda de direitos!

NENHUM TRABALHADOR FORA, NENHUM DIREITO A MENOS!

 

     O projeto governista de Estatuto dos Profissionais da Educação continua essencialmente o mesmo, rejeitado inúmeras vezes pelos trabalhadores. Apresenta retrocessos à educação e aos profissionais: retira direitos; piora as condições de trabalho; traz prejuízos à carreira e à aposentadoria; aprofunda a terceirização e a privatização do ensino público; desmonta  a rede de apoio à inclusão com a extinção dos cargos da EOT e de Professor de Educação Especial; transforma o cargo de professor em “cargo largo”, acabando com as suas especificidades, sobrecarregando-os com múltiplas funções e responsabilidades; partidariza a gestão escolar e as escolas (e aprofunda a falta de professores nas salas) ao criar funções gratificadas com indicação pela SE; cria uma carreira achatada e com salários não condizentes, e abusivos critérios de progressão que tornam a evolução funcional impraticável e  fere o direito à paralisações, transformando educação e educadores reféns dos governos da ocasião.

     A mudança de referência (prometida desde 2009), a vinculação da aprovação de sua proposta ao pagamento de progressões atrasadas e a equiparação salarial (obrigações legais descumpridas pelo governo) nada mais são do que um canto de sereia. A execução dessas promessas e das leis existentes não depende da aprovação de um novo estatuto! Ao não cumprir as promessas anteriores e a lei existente, e ao usá-las como moeda de troca, o governo sequestra os direitos dos trabalhadores, cujo resgate seria a submissão a uma proposta de estatuto que prejudica os trabalhadores e desmantela a educação pública municipal, afetando a qualidade do ensino e, assim, milhares de crianças, jovens e adultos de nosso município! É um projeto pior do que o Estatuto em vigência!

 

É hora de garantirmos nossa dignidade e conquistas!

 

TODOS À ASSEMBLEIA DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

SEXTA-FEIRA, 08 DE NOVEMBRO ÀS 19H

GINÁSIO POLESPORTIVO DA KENNEDY

 

Concurso público para todos os cargos! Mudança já das referências das CPs, sem vincular à aprovação de outro estatuto! Isonomia salarial para professores substitutos, com pagamento dos retroativos! Regulamentação do Estatuto vigente para que os profissionais do quadro do apoio educativo, administrativo e operacional também tenham garantido o direito à evolução funcional! Pagamento já das progressões atrasadas! Não à exclusão! Não aos retrocessos e à retirada de direitos! Não ao cabide de empregos no serviço público! VAMOS NOVAMENTE DIZER NÃO AO PROJETO DE ESTATUTO DO GOVERNO MARINHO!

 

Oposição Sindical dos Servidores – Independente, Classista e de Luta

(APOIO: APEOESP/ SBC; INTERSINDICAL ABCDMRR)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s