Estrelas – II

Passarei…
Restará de mim muito pouco,
pouco desses dedos, pouco desse
corpo, dessa massa acinzentada.
 
E as páginas em q’escrevo
também um dia sumirão,
as letras, os pensamentos
as lembranças sobre mim…
 
Nesse dia inexato sim
– definitivamente –
terei passado;
as estrelas não.
 
E jamais me contarão.
.
[Marcelo Siqueira]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s