Meio ambiente e superação do capitalismo

O ar está mais puro nos países confinados por coronavírus

Com isolamento, cai poluição do ar em São Paulo

Com praias vazias, 97 tartarugas-de-pente nascem em Pernambuco

*

Já falei por aqui que a pandemia do covid-19 coloca em cheque as políticas neoliberais e a ideologia fascistóide defendida pelo bolsonarismo.

Acrescento, agora, que mais do que revelar que neoliberalismo e bolsonarismo são necropoliticas, a pandemia expõe a ineficiência e crueldade do próprio modo de produção capitalista. Continuar lendo Meio ambiente e superação do capitalismo

Artefato “sui generis”

Vou contar uma coisa que, ao ver este post (grande ideia, aliás!), me fez lembrar de um cara que conheci no movimento secundarista. Não lembro quem, lamento, e os amigos da juventude que estão por aqui podem me ajudar a lembrar. O próprio pode se revelar, caso queira…

O fato é o seguinte: era um cara que produzia um artefato sui generis, que usava quando queria que as aulas fossem suspensas.

Tal artefato, dizia ele, levava alguns dias para ser preparado e quando usado tinha um efeito de levar à dispensa das aulas por dois, três dias.

Esse cara batizou o artefato de “bombosta”. Como o próprio nome sugere, tinha como principal ingrediente isso mesmo que vocês devem estar imaginando: cocô.

Mas não qualquer cocô. Segundo esse cara, era preciso usar cocô humano, pois já havia feito experimentos com ingredientes de outras origens e não tinha o mesmo efeito.

A produção era bem simples (sempre segundo esse cara): ele misturava alguma quantidade de cocô e urina – de sua própria cepa – em um pote de vidro e tampava bem firme. Cavava um buraco na terra e enterrava por uns dias.

Aquela mistura fermentava e quanto mais dias ficava embaixo da terra, mais fermentava e mais mal cheirosa ficava, de forma que quando jogava no pátio da escola levava dias para o fedor sair.

O único perigo, dizia ele, é que ao desenterrar o pote de vidro ficava num nível de pressurização bem delicado.

Enfim, não é que estou dando ideia, sabe, mas lembrei disso não sei porquê…

Post

*

Publiquei a presente memória primeiramente no Facebook. Então, o camarada Marcelo Buraco fez o seguinte relato:

“O químico responsável pela peripécia na escola era o Fagner, aquele amigo do Vlad Pto filho do Toledo que morava em São Caetano. Lembro quando ele contou isso pra nós na sede. Marcelo, mano véio, nosso Camarada Fagner infelizmente veio a falecer em 2009 em Montevidéo. Lembra que ele gostava de fotografar? Comprou equipamento bom e saiu pelo continente fotografando. Durante a campanha da Frente Ampla no Uruguai onde fotografava as pessoas num comício de Tabarez Vasquez, foi convidado para atuar na campanha. Casou-se com uma brasileira que vivia lá e ficou morando. Além disto ele trabalhava com entregas como motoboy. Um dia um carro da polícia em perseguição a outro veículo, bateu em sua moto quando ele fazia entrega. Ele caiu e veio a óbito. Os camaradas fizeram um ato na sede em São Caetano em sua memória. Até hoje tem o banner com a foto dele lá”.

*

Agradeço ao Marcelo Buraco pelas informações.

Camarada Fagner, presente! Hoje e sempre! Que falta faz as suas “bombostas” neste momento!!!

Viver Duas Vezes

Hoje vou tirar o dia para cuidar da sanidade mental.

Deixo aqui uma dica de um filme delicioso de assistir, tanto pelo seu roteiro (que tem uma fórmula simples até) como pela sua trilha sonora.

Em tempos em que a falta de empatia e de sensibilidade estão sendo expostas no balcão como qualidades, numa destrutiva inversão de valores, é preciso nos imunizar e nos fortalecer.

Para isso, a Arte é uma poderosa ferramenta.

Destaque para a interpretação da música Perfídia (de autoria do cantor mexicano Luis Miguel), feita pela cantora espanhola Maria Rodés.

De frente para a realidade…

Sabe qual é a maior raiva dos Bolsonaro, dos bolsominions e demais neoliberais ultradireitistas e fascistóides?

É que a crise sanitária que estamos vivenciando colocou abaixo os ideais de política econômica deles e a defesa do “politicamente incorreto”.

De frente para a realidade, fica evidente que individualismo, meritocracia, selvageria em prol de lucro e “Estado mínimo” para os pobres e para a classe trabalhadora não salvam vidas… e nem a própria economia.

De frente para a realidade, constatam-se coisas que os “socialistas” e os “comunistas” vêm defendendo há tempos: a concentração de renda é nociva à sociedade.

É preciso minimamente investir pesadamente em serviços públicos e em políticas de distribuição de renda, em ciência, em pesquisa, em saúde… enfim, no bem-estar da população.

Aquela história de cada um correr atrás do seu e o resto que se dane mostra-se não apenas enganosa, mas que não serve para garantir a vida das pessoas.

De frente para a realidade, são os valores politicamente corretos que podem salvar vidas: solidariedade, cooperação, empatia, alteridade, espírito coletivo, respeito à diversidade… Tudo o que o bolsonarismo tem combatido até o momento.

Enfim, de frente para a realidade, fica evidente que o bolsonarismo e o neoliberalismo que apregoam simplesmente não servem.

*

A imagem em destaque neste post é da escultura Building Bridges (Construindo Pontes, em tradução livre), do escultor italiano Lorenzo Quinn, e representa a união de diferentes em prol de um bem comum. Saiba mais AQUI.

“Delírios” de Bolsonaro são jogadas políticas, frias, calculadas e calculistas.

Revoltados com o discurso do sociopata em cadeia nacional?! Sim, continua sendo um discurso irresponsável e criminoso.

Mas não se iludam, não é meramente loucura, embora também seja, mas antes de tudo é discurso político calculista, com intenções muito bem definidas.

Ps: vidas humanas para ele não importam. O desgraçado está de olho em 2022 e em proteger os lucros dos banqueiros e grandes capitalistas. Nada além disso.

É preciso dar um basta ao governo Bolsonaro-Mourão urgentemente!

Pela vida de todos!!!

Sociopatia, pandemias e capitalismo: Entre o socialismo ou a continuidade da barbárie.

“Brasil não pode parar por causa de 5 ou 7 mil mortes, diz dono da Madero”.

Dono da Havan defender cortar salários.

“12-mil mortes em 7 bilhoes é pouco para histeria”, reafirma Roberto Justus

“Essa epidemia simplesmente não existe”, diz Olavo de Carvalho

“Dizem que morreram só 5 mil pessoas”, diz Paulo Guedes sobre coronavírus na China

“Não vai ser uma ‘gripezinha’ que vai me derrubar”, diz Bolsonaro.

Depois de negar racismo no Brasil, presidente da Fundação Palmares nega perigo do coronavírus

*
Monstros como esse têm aos montes por aí. Colocam o lucro acima das vidas humanas, com uma frieza calculada. Vermes!
Essa pandemia mostra uma coisa: o capitalismo nunca deu certo!

Continuar lendo Sociopatia, pandemias e capitalismo: Entre o socialismo ou a continuidade da barbárie.

MP de Bolsonaro suspende contrato de trabalho por 4 meses

Jornal Folha de São Paulo de 23/03/2020:

Empresa será obrigada a dar curso online, sem pagar salário, e não haverá bolsa-qualificação com recursos do FAT, diz advogada.

*

Leia a matéria na íntegra AQUI. 

*

Já não conseguia dormir. Chorei ao ler. Não por mim. Mas por saber que milhares de pessoas ficarão sem seus salários com essa MP decretada, justamente num período em que mais necessitarão.

Chorei porque agora se saberá o real peso do que significa a tal negociação individual do empregado com o empregador e a tragédia representada no negociado acima do legislado.

Continuar lendo MP de Bolsonaro suspende contrato de trabalho por 4 meses

A importância dos serviços públicos se faz mais evidente em momentos de crise

O governo suspendeu as atividades escolares e por isso hj tem início o meu isolamento social… Não, péra!

Não tem início coisa nenhuma, porque em SBC cerca de 150 profissionais da educação (assim como eu, assim como a grande maioria dos trabalhadores do país em seus respectivos trabalhos) continuarão trabalhando em 33 escolas que serão postos de vacinação contra a Influenza.

Portanto, a quem pode se cuidar de uma melhor forma, se cuide!

A suspensão das atividades escolares não é férias, não é tempo de lazer, de passeios em parques, de pegar uma praia, de reunir a galera para um churrasco, de fazer festas de aniversários, como anunciou que pretende
fazer o presidente irresponsável.

É tempo de cuidarmos uns dos outros, é tempo de percebermos o valor dos serviços públicos e do espírito de coletividade como fundamentais à preservação da vida e do bem-estar de todos.

É tempo de abrirmos os olhos para ver que o individualismo neoliberalista e a busca do lucro a qualquer preço são impulsos de destruição e de morte que precisam ser combatidos.

Que a todos, absolutamente a todos, sejam garantidas condições para que se protejam e cuidem da saúde. O lucro não pode estar acima da vida. Não deve!!!

Do caos que se instala, podemos e devemos construir novas e saudáveis formas de relação e convivência humanas, humanizadoras. É necessário! É possível!

Nada temos a perder a não ser os grilhões que nos prendem!!!

 

Sobre parasitas e vermes

Senta que lá vem textão.

Entre mais de 40 servidores públicos que cumpriram suas 30, 40 horas semanais, na sexta-feira, 07 de fevereiro, este ser que aqui escreve chegou às 8h da manhã e trabalhou até 22h30 em razão de ajustes que precisaram ser feitos em alguns locais do prédio da escola para dificultar a entrada de ladrões.

Foi uma situação de exceção, sim. Assim como foi excepcional na quinta e na quarta desta semana, e na quinta da semana passada – dias que tive de chegar antes do meu horário de entrada em razão das invasões.

Porém, quem trabalha nas gestões de escolas bem sabe que, independente destas ocorrências pontuais, por mais que planejemos a rotina, no cotidiano o inusitado e o imprevisto são constantes – temos hora para chegar e não temos hora para sair (não porque oficialmente não há horas para sair, mas porque frequentemente acontecem situações que demandam nossa permanência além do horário regular).

Continuar lendo Sobre parasitas e vermes

"Sinto-me nascido a cada momento/ Para a eterna novidade do Mundo…" (Alberto Caeiro)

somostodoseducadores.wordpress.com/

Educação com consciência de classe!

Edwilsonpaulinodasilva's Blog

Just another WordPress.com site

Valsas solitárias

Atonais do silêncio agora é Valsas solitárias

Egocêntrico Caracol

I feel so trapped, by my ego - By : T. Scott McLeod

novo mundo

versos e poemas

Rejane Leopoldino

Empoderamento feminino

Nicho Filosófico

Sou feito pelo que a vida me descreve ser.

Lívia Corrêa

olha eu aqui pondo sal nesta sopa rala que mal vai dar para dois.

Espaço de grazielle

Só mais um site WordPress.com

Alessandra Barbierato

artwork, escritos & contrastes

Suti

Casa com amor.

Antagônicos

Fluxo inconstante.

Poeta da Garrafa

Este sítio expõem a palavra, a imagem, a voz da minha poesia. Foto: Odilon Machado de Lourenço.

Climatização Lumertz

O seu lugar na Web sobre Ar-condicionado!

Moda, rotina e pipoca

De mãos dadas com a minha pequena bagunça :) Por gabi ferreira

Servidores SBC

Blog do núcleo da CSP-Conlutas de servidores públicos municipais de São Bernardo do Campo

rhistoriadora

aprender o passado para compreender o presente

Resenha, artigo, texto...

Valter Bitencourt Júnior, blogueiro, poeta e escritor de Salvador, Bahia, Brasil.

Electronic Maze

Venha se perder nesse labirinto e encontre a arte em você

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Hoje Nosso Dia - Produtos Cosméticos

Blog direcionado a produtos e dicas de beleza, saúde e bem-estar.

Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

livrosefatos.wordpress.com/

Bem vindo ao meu mundo! Divirta-se com as melhores dicas de livros, filmes, decoração, mensagens de amor para sua vida!

Flor de Lis

Narrativas e outras enrolações

EMEB JOSÉ LUIZ JUCÁ

...::: Aprender, brincar e compartilhar :::...

euphonia violacea

Ave com capacidade metacognitiva. Em casa, poesia. Fora de casa, voa. Eventualmente se apropria de ninhos abandonados.

Blog da Boitempo

Aqui você pode encontrar informações dos livros e eventos realizados pela editora Boitempo. E, principalmente, pode interagir e ajudar na construção da editora que ousou ter uma cara e conquistou seu espaço produzindo livros de qualidade

E M A N C I P A Ç Ã O - ensaios de Filosofia Negativa

"Não há vida correta na falsa" (Theodor Adorno)

Inferno Riscado a Giz

A CASA DO POETA TRÁGICO